Girl, Uplift your Soul!

“Não me consigo levantar” – A doce vítima | Girl, uplift your Soul.

Querida doce vítima, o que se passa contigo é um coração partido por curar.

Cada vez que te partiam o coração, mais tu te sentias pequenina, sem valor.

A verdade é que tu ainda não entendeste o porquê de teres vivido as mágoas e desilusões que viveste.
Tu ainda não sabes o porquê, e a verdade, é que ainda te perguntas a ti mesma, diariamente.

“Porque é que isto me acontece? Porque é que eu que dou tanto recebo tão pouco? Porque é que aqueles que mais amo e a quem mais me dedico de coração, são os primeiros a saltar do barco e a fazer-me sentir que foi tudo em vão? Sou tão estúpida”.

A verdade é que tu estás a colocar as perguntas erradas minha querida.

Tu precisas de te lembrar de ti.
Tu precisas saber quem és.

Quem és tu?

Tu és uma alma que veio ao mundo aprender o que são emoções, o que são pensamentos, o que são impulsos, erros; tu vieste ao mundo recolher conhecimento através da tua experiência humana.

A pergunta que tu deverias colocar é – O que tenho para aprender com esta situação? Qual o conhecimento sobre mim mesma que posso retirar daqui?

Durante toda a minha vida, eu coloquei as mesmas questões que tu, e foi exatamente por isso que vivi a maioria da minha vida sem receber as respostas a essas mesmas questões.

No entanto, tudo mudou quando entendi que tudo tem uma razão e um propósito.

A verdade é que apesar de eu também ter passado por muitas desilusões, eu comecei a notar algo em mim. Eu estava a tornar-me cada vez mais forte, desilusão após desilusão.

Tu não vens à vida para sofrer.
O sofrimento não é o que nos traz a força.
O que nos traz a força é saber que após todos os momentos de sofrimento que já vivemos, ainda estamos aqui, ainda temos amor para dar, ainda temos amor pela vida e ainda acreditamos que existe o bem. Ainda temos esperança em um dia vivermos aquilo que tanto sonhamos viver.

Enquanto tu não entenderes que o que viveste não te aconteceu a ti, mas que aconteceu POR TI, tu vais continuar a bloquear a aprendizagem e os frutos que podes colher de todas as tuas experiências. 

Como podes levantar-te, doce vítima?

Levanta-te. É simples. Levanta-te!

Repara numa coisa… Enquanto tu te vires como a vítima da tua vida, tu vais permanecer aí, no chão, encolhida, com medo.

Medo. Medo é algo que te atormenta diariamente. Insegurança também é algo que te atormenta diariamente.

Tu própria estás a criar as tuas circunstâncias e a maneira como te sentes pelo simples facto de acreditares com toda a tua alma que tu és a vítima da tua vida.

Se tu soubesses as vezes que eu me senti assim e as vezes que perdi oportunidades de ser mais forte porque pura e simplesmente acreditava que estava destinada a ser a vítima.

A verdade é que não estás destinada a ser vítima nenhuma. Não estás.

Tu estás destinada sim a provares a ti mesma que tu és TUDO menos vítima.

A tua viagem começa com Amor Próprio.

Nós damos o exemplo ao mundo de como devemos/queremos ser tratados.

O primeiro passo para mudares a tua vida e começares a criar o futuro que queres viver e a atrair as pessoas e as situações que tu mereces é – CUIDA DE TI MESMA.

Tu existes.
Tu és gente.
Tu és importante.
Tu tens valor.
Tu mereces TUDO mas mesmo TUDO aquilo que tu mais queres.
Tu mereces ser feliz TODOS OS DIAS DA TUA VIDA.

E amiga, a sério, não deixes que a sociedade te faça acreditar que ser feliz todos os dias é impossível, pois não é, não é mesmo. Eu sei, porque eu já estive ai. Eu já me senti assim. Mas hoje, hoje eu sinto-me tão mas tão grata pela minha vida e pela pessoa que me tornei.

Mas a verdade é que só tu sabes o que te faz feliz.
Só tu sabes o que te dá paz.
Só tu sabes o que faz o teu coração bater mais forte.
Só tu sabes o que é que o teu corpo precisa para se sentir bem e saudável.
Só tu sabes o que te faz acordar de manhã com vontade de abrir a janela e dizer “Bom dia Mundo”
Só tu sabes o que a tua alma quer.

Ser feliz não é ter tudo.
Ser feliz é sentires que já tens tudo.

Toma atenção à maneira como falas contigo mesma.


Diz-me…

Se a tua versão com 5 anos estivesse ao teu lado cada vez que tu falas contigo mesma e se ela sentisse cada palavra tua como se fosse para ela.
Como é que tu ias falar contigo mesma?

Ias falar da mesma maneira? Ias chamar os nomes que chamas a ti própria? Ias castigar-te pelos erros que cometeste? Ias dizer-lhe para não confiar no mundo? Ias dizer-lhe que o mundo é um lugar perigoso cheio de maldade? Ias chamar-lhe estúpida? Idiota? Ignorante? Fraca?

Entende, tu ÉS essa criança de 5 anos. Porquê? Porque é enquanto crianças, nós somos puros e genuínos, sem todos os condicionamentos da sociedade. É em criança que tu conheces a tua alma, a tua essência.

A ideia não é sentir que o mundo é um lugar feio e perigoso.
A ideia é saber que apesar de todo o mal que tu já viveste, a culpa não é do mundo e muito menos tua. Não existe culpa a atribuir. Existe apenas a sabedoria de que tudo é uma lição a ser aprendida. 

Precisas perdoar.
Precisas voltar a amar.
Precisas voltar a confiar.
Precisas voltar a sentir aquele excitamento pela vida.
Precisas de não ter medo de sentir borboletas no estômago.

Precisas acreditar que TUDO VAI DAR CERTO.

Portanto, doce vítima, enquanto tu não decidires que chega de ser a vítima e te levantares, colocares as mãos na cintura, sorrires e disseres “dá-me o que tens para mim vida, estou pronta.”, tu não vais conseguir desbloquear o teu coração.

Mas, tudo isto é um processo.
Tu não podes acordar amanhã e sentires-te no topo do mundo.
Tu não podes acordar amanhã e de repente confiares em todos os que te rodeiam.
Tu não podes acordar amanhã, olhares ao espelho e entenderes que és a pessoa mais importante da tua vida.

Mas tu podes iniciar a tua viagem até lá… Tu podes dar passo a passo até chegares ao dia em que acordas e tudo isso finalmente se tornou realidade. 

Primeiro passo

Faz uma Lista daquilo que tu gostas e daquilo que te alimenta a alma

Alguns exemplos:

  • Ler
  • Escrever
  • Dançar
  • Música
  • Ver filmes / séries / novelas
  • Dormir
  • Correr
  • Cantar
  • Aprender
  • Estar com amigos
  • Estar sozinha
  • Ouvir
  • Falar
  • Arranjar
  • Inventar
  • Imaginar
  • Mudar
  • Tratar do cabelo / unhas / corpo

Faz uma lista daquilo que te faz sentir feliz, que te faz perder a noção do tempo e acima de tudo, daquilo que alimenta a tua alma.

Descobre o que te faz rir com aquele riso miudinho, histérico e excitado.

Segundo passo

Age!!

Começa realmente a cuidar de ti.
Entende que ninguém vai cuidar de ti, ninguém vai preencher os teus vazios se tu não o fizeres primeiro.

Arranja uma agenda e começa a inserir novos hábitos de autocuidado.

Exemplos de hábitos de autocuidado:

  • Banho relaxante
  • Exercício físico
  • Alimentação cuidada
  • Água
  • Produtos naturais que nutrem o teu corpo
  • A tua comida favorita
  • Estar com aqueles que te metem para cima
  • Estar sozinha a desfrutar da tua companhia
  • Limpa a tua casa
  • Compra roupas novas que te façam sentir bem e sexy
  • Inscreve-te numa aula de dança ou dança  no teu quarto como se não houvesse amanhã
  • Chora (a sério, chorar é extremamente libertador)
  • Vai visitar a natureza
  • Aprende coisas novas
  • Meditação 

Terceiro passo

Conhece-te. Explora-te. Descobre-te.

Procura entender as tuas emoções, de onde é que elas vêm? O que é que acontece para as sentires?
Explora a tua mente e como ela funciona. Como falas contigo mesma? Quais são os pensamentos que estão sempre a girar na tua mente? São positivos ou negativos? Metem-te para baixo ou para cima?

Quais são as tuas fraquezas?
Quais são as tuas forças?

Vai mais fundo.

Tu existes. Tu és um milagre, tal como todos nós.

Repara, nós vivemos num universo em que planetas existem suspensos no meio do infinito, em que o sol ilumina os nossos dias e a lua as nossas noites.

Energia existe. Tudo é energia. Tu és energia. Eu sou energia. Os teus pensamentos e emoções são energia. Tudo aquilo que vês à tua volta, é energia.

Sabes como a energia funciona?

Frequência atrai frequência.

A partir do momento em que tu parares de vibrar na frequência “Vítima”, o Universo vai deixar de te enviar pessoas e circunstâncias que reforcem essa frequência.

Aprende como vibrar na frequência Poder, Amor, Felicidade, Paixão, Alegria e Sabedoria e vê com os teus olhos o Universo a retornar-te tudo aquilo que estás a emitir.

Tu e só tu tens o poder de te libertar e de te elevar, portanto, amiga, eleva a tua alma. 

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.